PODER MONETÁRIO CHINÊS: O YUAN/RENMINBI COMO ALTERNATIVA AO DÓLAR NORTE-AMERICANO

  • Vinicius Lerina Fialho

Resumo

Este artigo discute o yuan/Renminbi (RMB) como alternativa diante do dólar norte-americano. A China, desde a década de 1970, almeja a internacionalização de sua moeda, mas foi apenas nos anos 1990 que esta iniciativa obteve um maior apoio das autoridades chinesas. Contudo, com a Crise Asiática do final do século XX, esta pauta ficou em stand-by, sendo identificada novamente no transcorrer do século XXI principalmente após a crise do subprime. Diante disso, nosso debate é feito a partir de três seções. Em primeiro lugar, visamos entender a partir da revisão da literatura o posicionamento dos autores sobre o processo de internacionalização da moeda chinesa. Em seguida, buscamos apresentar as articulações da China para a internacionalização do RMB em uma perspectiva histórica anterior a 2008. Posteriormente, objetivamos identificar dentro do contexto do pós-crise do Lehman Brothers as ações chinesas, ressaltando a entrada da sua moeda na cesta dos Direitos Especiais de Saque (DES) em 2015 do Fundo Monetário Internacional (FMI). Por fim, levantamos alguns questionamentos finais sobre o RMB como alternativa ou não ao dólar norte-americano no Sistema Monetário Internacional (SMI).

Publicado
2019-12-10
Como Citar
FIALHO, Vinicius Lerina. PODER MONETÁRIO CHINÊS: O YUAN/RENMINBI COMO ALTERNATIVA AO DÓLAR NORTE-AMERICANO. SÉCULO XXI: Revista de Relações Internacionais - ESPM/Sul, [S.l.], v. 9, n. 2, p. 71-83, dez. 2019. ISSN 2236-871X. Disponível em: <http://seculoxxi.espm.br/index.php/xxi/article/view/188>. Acesso em: 06 jun. 2020.